Arquivo de junho, 2013

(…)

Quais as vantagens de se ingerir beterraba?

Segundo a nutricionista Fabiana Borrego, o consumo de beterraba traz diversos benefícios ao organismo. “A beterraba é repleta de pectina, uma fibra que auxilia no trânsito intestinal, além de ser rica em betacaroteno, um poderoso antioxidante que auxilia na prevenção de vários tipos de cânceres e ainda combate a produção de radicais livres. É fonte de ferro não heme, um tipo de ferro presente em alimentos de origem vegetal. Portanto, ajuda a combate a anemia” explica.

O legume também é citado em algumas pesquisas como possível terapêutico nas doenças cardíacas, e como auxiliar, na redução do colesterol sérico.

Quanto e como comer?

Pode comer beterraba à vontade, pois é pouco calórica. “Não existe uma restrição ao consumo. Se quiser e gostar, pode consumir todos os dias.Vale lembrar que o mais importante é que a dieta sempre seja diversificada. A beterraba é pouco calórica. Cerca de 5 colheres de sopa de beterraba crua tem 46 calorias. Ela pode ser utilizada em sucos, bolos, tortas ou crua mesmo. Em sucos, se associada com alguma fruta fonte de vitamina C (laranja com beterraba), é perfeita para quem está precisando de um ferro extra”, explica Fabiana . Como é pouco calórica e muito nutritiva, pode ser uma grande aliada da dieta das pessoas que querem perder uns quilinhos.

A nutricionista ainda acrescenta: “O melhor é consumir crua, para manter as fibras. Se for cozinhar, o mais importante é deixar toda a parte interna protegida pela casca e pelos talos da beterraba, que também podem ser consumidos. Neles encontramos grandes concentrações de betacaroteno.”

(…)

Fonte: Informação retirada do Portal Yahoo no dia 30 de junho de 2013:

http://br.mulher.yahoo.com/quer-perder-uns-quilinhos-coma-beterraba-133900639.html

Anúncios

Lanche colorido

Publicado: junho 17, 2013 em Receitas

Lanche colorido

” Ingredientes:

. 1 embalagem de cream cheese (150 g)
. 1 xícara (chá) de ricota esfarelada
. 2 colheres (sopa) de iogurte natural
. Sal a gosto
. 50 g de tomate seco
. 1/2  xícara (chá) de espinafre cozido e espremido
. 12 fatias de pão de forma sem casca
. 12 fatias de pão sem casca integral

Modo de preparo:

Utilizando o processador, misture o cream cheese, a ricota, o iogurte e o sal até formar um creme homogêneo. Divida o creme em três parte iguais. No processador, misture uma parte de creme com o tomate seco até que fique com a consistência de um patê. Reserve. Faça a mesma coisa com a segunda parte de creme, juntando o espinafre, e reserve.

Montagem:

Sobre uma fatia de pão coloque uma camada de patê de tomate seco. Cubra com uma fatia de pão integral e passe o patê de espinafre. Cubra com mais uma fatia, passe o patê branco e cubra com uma fatia de pão. Corte ao meio e sirva em seguida.

Preparo: Rápido (até 30 minutos)
Rendimento: 12 porções
Calorias: 212 por porção

Fonte: Receita retirada do Portal MdeMulher no dia 17 de junho de 2013:

http://mdemulher.abril.com.br/culinaria/receitas/receita-de-lanche-colorido-698211.shtml

(…)

“Alimentos fontes de triptofano, como carboidratos, encontrados na banana, podem ajudar a proporcionar noites bem dormidas, pois o triptofano participa da formação da melatonina, hormônio responsável pelo sono”

Banana

Além de ser uma grande fonte de vitaminas como o complexo B, B6 e magnésio a banana tem um papel importante na produção de serotonina, hormônio que ajuda a relaxar.

Semente de gergelim

Rica em vitamina B6, é fundamental para conversão do triptofano em serotonina. Também é rica em cálcio, que ajuda na saúde dos ossos.

Aveia

Fonte de triptofano ajuda também a manter um sono continuo.

Arroz integral

É fonte de carboidrato de boa qualidade, que também é importante para regulação de serotonina e melatonina. Uma dieta pobre em carboidrato pode prejudicar essa produção.

Ovo

Temido por quem quer emagrecer, o ovo é rico em vitamina B12 e em colina, substância que está associada à melhora da depressão.

Linhaça

Rica em ômega 3, que ajuda na regulação dos neurotransmissores, a linhaça melhora, não só o sono, mas o humor, a ansiedade, a irritabilidade e a depressão, além de ser um poderoso anti-inflamatório. Auxilia também no tratamento para perda de peso.

Salmão

Outra fonte rica em ômega 3. Vale destacar que o salmão também é fonte de B12, vitamina essencial na conversão do triptofano para serotonina.

Maracujá

Tem efeito calmante e pode auxiliar no relaxamento antes de dormir, além de ser fonte de vitaminas do complexo B. Opte por um suco de maracujá com uma pedrinha de gelo de couve.

Couve

É essencial no sono e no relaxamento muscular. Uma boa dica é fazer cubos de gelo de couve. Pegue as folhas de couve, bata com um pouco de água e coloque na forma de gelo. Passe a usar estes cubos ao invés de gelos normais.

Amêndoa

Rica em antioxidantes, é ótima para a saúde do coração e diminui o colesterol, já que é fonte de gorduras boas como o ômega 3. Esta substância também tem papel importante no sono.

Fonte: Informação retirada do Portal Yahoo no dia 16 de junho de 2013:

http://br.mulher.yahoo.com/blogs/notas-mulher/veja-10-alimentos-que-ajudam-na-hora-dormir-142015797.html?page=all

Hambúrguer Vegetariano

Publicado: junho 15, 2013 em Receitas

hamburguer vegetariano

Ingredientes:

· 1/4 xícara (chá) de hortelã
· 1 xícara (chá) de pão integral esmigalhado
· 1/2 xícara (chá) de vagem cozida em rodelas
· 1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
· Sal a gosto
· 2 batatas médias sem casca e raladas grosso
· 2 ovos
· 1 abobrinha média picada

Acessório:
· Cortador de biscoito com 8 cm de diâmetro

Modo de preparo:

Pique a hortelã. Numa tigela, misture bem todos os ingredientes. Divida em oito porções. Unte uma superfície lisa e o cortador de biscoito com óleo. Coloque uma parte da mistura no cortador e pressione. Retire o hambúrguer e reserve. Repita o procedimento com as porções restantes. Aqueça uma chapa ou frigideira grande em fogo alto. Pincele-a ligeiramente com óleo e reduza a chama para média. Frite os hambúrgueres por 2 minutos de cada lado ou até ficarem dourados. Coloque numa travessa e sirva.

Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
Rendimento: 8 porções

Calorias: 107 por porção

 

Fonte: Receita retirada do Portal MdeMulher no dia 15 de junho de 2013:

http://mdemulher.abril.com.br/culinaria/receitas/receita-de-hamburguer-vegetariano-546091.shtml

(…)

Casca de batata (doce branca): tem uma quantidade de potássio 2 vezes maior do que a batata. O potássio tem grande importância no movimento dos músculos, evitando cãibras, e também atua na transmissão dos impulsos nervosos.

Como aproveitar: pode ser usada para fazer chips assados.

Folha da couve-flor: as folhas possuem 21 vezes mais vitamina C que a própria couve-flor. Ela é importante para manutenção do sistema imunológico.

Como aproveitar: pode ser usada para preparar, por exemplo, um charutinho recheado. (…) Outra opção é preparar uma esfiha ou até refogar para acrescentar à refeição.

Rama da cenoura: possui 4 vezes mais proteínas e 14 vezes mais cálcio quando comparado com a cenoura. A proteína e o cálcio têm papel importante na manutenção da estrutura corporal como músculos e ossos. A falta dele pode causar sérios problemas de saúde.

Como aproveitar: pode perfeitamente substituir a salsinha em qualquer preparação. O sabor e aparência são bem parecidos.

Casca do abacaxi: possui 3 vezes mais fibras do que na polpa do alimento. A fibra é importante para o organismo, pois auxilia no bom funcionamento do intestino e controle da saciedade.

Como aproveitar: ela é ideal para preparar um suco. Apenas é necessário cozinhá-la por alguns minutos e bater com água. Depois é só coar e servir.

Casca do maracujá: possui 10 vezes mais fibras do que no suco. A fibra é importante para o organismo, pois auxilia no controle do colesterol.

Como aproveitar: com ela podemos fazer uma deliciosa e nutritiva farinha para ser acrescentada à refeição.

Casca do limão: possui 11 vezes mais potássio do que na polpa. O potássio é importante porque participa da contração muscular e faz parte da formação de ossos e dentes.

Como aproveitar: pode ser usada para finalizar pratos, podemos consumi-la cristalizada ou até bater com outra fruta para tomar um delicioso suco.

Talos de agrião: possui 2 vezes mais cálcio do que nas folhas. O cálcio é importante para a formação e manutenção dos ossos e dentes.

Como aproveitar: com ele podemos preparar um patê, fazer um pesto e até bater com suco de limão.

 

Fonte: Informação retirada do Portal daquidali no dia 16 de junho de 2013:

http://www.daquidali.com.br/dieta-e-fitness/mude-seu-dia-a-dia-cascas-de-frutas-e-folhas-de-legumes-contem-diversos-nutrientes-aproveite-os/

Hambúrguer de quinoa

Publicado: junho 13, 2013 em Alimentação, Receitas

Hambúrguer de quinoa

Ingredientes 

. ½ xícara (chá) de quinoa
. 2 xícaras (chá) de água
. 1 colher (sopa) de óleo
. 1 cebola pequena bem picada
. 1 abobrinha pequena ralada grossa
. ½ xícara (chá) de cenoura pequena ralada grossa
. 1 gema de ovo
. 3 colheres (sopa) de farinha de rosca
. 1 batata sem casca cozida amassada
. Sal e pimenta a gosto
. 3 colheres (sopa) de cheiro-verde picado

Modo de preparo

Cozinhe a quinoa na água até que fique al dente. Escorra bem e reserve. Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a cebola até ficar transparente. Adicione a abobrinha e a cenoura. Refogue por mais dois minutos.

Retire do fogo e misture a quinoa, a gema, a farinha de rosca e a batata. Tempere com o sal e a pimenta. Divida a massa em seis porções. Com as mãos, achate-as, fazendo a forma de um hambúrguer.

Grelhe os hambúrgueres em  uma frigideira aquecida e levemente untada com azeite dos dois lados até ficarem dourados.

Dica: sirva com legumes cozidos no vapor e passados em azeite e salsa picada.

Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
Rendimento: 6 porções
Calorias: 145 por porção

Fonte: Receita retirada do Portal MdeMulher no dia 12 de junho de 2013:

http://mdemulher.abril.com.br/culinaria/receitas/receita-de-hamburguer-quinoa-703604.shtml

 

 

Obs.: ” “Al Dente” é uma expressão italiana que indica que o alimento está cozido, mas firme.

Termo italiano que define o ponto de cozimento de massas, cereais (arroz) e hortaliças quando estas oferecem alguma resistência ao serem mordidas, apesar de estarem cozidas.

Fonte: Conceito retirado do Portal almanaqueculinario no dia 12 de junho de 2013:

http://www.almanaqueculinario.com.br/dicas/o-que-e-al-dente-200.html

(…)

– Alimentos que beneficiam a memória:

Peixe: rico em ômega-3, substância precursora do DHA, que por sua vez é um ácido graxo com participação ativa na formação e manutenção do sistema nervoso e na constituição dos neurônios. “Além disso, com o envelhecimento do indivíduo, há um aumento do estresse oxidativo, que atua reduzindo os níveis do DHA no cérebro. Esse processo resulta na diminuição desses ácidos graxos, assim como ocorre em maior intensidade nas doenças de Alzheimer, Parkinson e esclerose”, afirma Ariane.

Ovo: alimento com alta concentração de colina, uma vitamina essencial do complexo B, que atua como precursora do neurotransmissor acetilcolina, que participa do desenvolvimento cerebral.

Alimentos ricos em antioxidantes: frutas cítricas, uvas, frutas vermelhas e vermelho-alaranjado têm o papel de proteger os neurônios, impedindo possíveis lesões e combatendo o envelhecimento celular.

Vitaminas D, C e  do complexo B: são também grandes aliadas da memória, pois ajudam na manutenção das substâncias químicas nervosas, auxiliando na renovação celular do cérebro e protegendo-o dos danos diários. Além disso, cálcio e magnésio também devem fazer parte da alimentação, pois estão diretamente ligados às funções da memória.

(…)

– Alimentos que prejudicam a memória:

Álcool: o abuso pode causar um déficit temporário de memória, atenção e aprendizado, levando à morte de neurônios e prejudicando a formação de novas células cerebrais.

Gordura saturada: proveniente do consumo excessivo de alimentos industrializados, pode acelerar a perda de memória por processo inflamatório, afetando o funcionamento das células nervosas.

Açúcar: o consumo exagerado eleva rapidamente a produção de insulina, desencadeando reações químicas que agridem as células cerebrais.

Carne vermelha: o consumo excessivo pode estimular a produção de substâncias tóxicas para os neurônios, podendo ser um fator de risco à longo prazo para o desenvolvimento de doenças como o Alzheimer.

Fonte: Informação retirada do Portal daquidali no dia 11 de junho de 2013:

http://www.daquidali.com.br/dieta-e-fitness/alimentacao-e-exercicios-podem-deixar-a-memoria-em-dia/