Arquivo da categoria ‘Saúde e Boa Forma’

Os alimentos ricos em lisina são principalmente leite, soja e carne.

A lisina é um aminoácido essencial que pode ser utilizada para herpes, porque diminui a replicação viral do vírus da herpes reduzindo a recorrência, severidade e o tempo de recuperação das manifestações da herpes labial ou genital.

A lisina se encontra nos alimentos, mas a quantidade não é suficiente para o tratamento e, por isso, é aconselhada uma suplementação em 500 mg por dia, para a supressão do vírus, ou de 1000 a 6000 mg por dia, para o tratamento de recorrências.

Tabela de alimentos ricos em Lisina:

Alimentos Quantidade de lisina em 100 g Energia em 100 g
Leite desnatado 2768 mg 36 calorias
Soja 2414 mg 395 calorias
Carne de peru 2173 mg 150 calorias
Coração de peru 2173 mg 186 calorias
Carne de galinha 1810 mg 149 calorias
Ervilha 1744 mg 100 calorias
Peixe 1600 mg 83 calorias
Tremoço 1447 mg 382 calorias
Amendoim 1099 mg 577 calorias
Gema de ovo 1074 mg 352 calorias

Como a lisina é um aminoácido que o nosso organismo não consegue produzir é importante consumir este aminoácido através da alimentação.

Para que serve a lisina

A lisina serve para combater infeções por vírus, pois tem propriedades antivirais e é muito eficaz para a osteoporose, pois ajuda a aumentar a absorção de cálcio. Além disso, é importante no desenvolvimento ósseo e muscular infantil, pois participa na atividade do hormônio do crescimento.

A lisina é também um componente do medicamento lisinato de cetoprofeno, que é indicado para várias doenças como artroses, periartrite, artrite, artrite reumatoide, gota, reumatismo articular agudo, lombalgia/lombociatalgia, tendinite, neurite, distensão muscular, contusão, proporcionando também alívio da dor em cirurgias odontológicas, dismenorreia, cirurgia ortopédica e outras condições traumáticas e pós-operatórias.

(…) ”

Fonte: Informação retirada do Portal TuaSaúde no dia 27 de setembro de 2016:

http://www.tuasaude.com/alimentos-ricos-em-lisina/

 

Fonte: Informação retirada do Portal Facebook – Sua Dieta no dia 25 de setembro de 2016:

Intestino e Saúde

Publicado: setembro 23, 2016 em Saúde e Boa Forma

Fonte: Informação retirada do Portal visualoop no dia 23 de setembro de 2016:

http://visualoop.com/br/2618/portfolio-da-semana-cecilia-andrade

Frutas da Primavera

Publicado: setembro 21, 2016 em Alimentação, Saúde e Boa Forma

Top-frutas-da-primavera-blog-da-mimis-michelle-franzoni-post

Fonte: Informação retirada do Blog da Mimis no dia 21 de setembro de 2016:

http://blogdamimis.com.br/2015/09/21/top-frutas-da-primavera/

” Pele Firme

(…) O nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) explica que a ingestão de proteínas, como carne, leite e ovos, está na lista de cuidados que favorecem a rigidez da pele. Além das proteínas, a ingestão de frutas secas, chá verde, uvas e até chocolate amargo contribuem no combate a flacidez. “Eles são ricos em flavonoides, substâncias com poder antioxidante e anti-inflamatório, que combatem os radicais livres e ajudam na produção de colágeno“.

Manchas no Corpo

Para as peles que estão mais suscetíveis a manchas causadas pelo sol ou mesmo mais sensíveis a esse tipo de problema, a dieta rica em vitaminas E e C precisa ser regra. Segundo o dermatologista Mario Chaves, da clínica Derma Gávea, no Rio de Janeiro, a vitamina C tem poder antioxidante e oferece proteção solar, ajudando a clarear a pele. “A vitamina E oferece proteção contra os danos causados pelo sol e estabiliza as membranas celulares, protegendo-as contra as agressões externas”, afirma o especialista. Ele completa dizendo que a ação dessas vitaminas é ainda mais eficiente quando são consumidas em conjunto, pois a vitamina E tem a função de recobrar o poder antioxidante da vitamina C, que se oxida facilmente. Boas fontes de vitamina C são laranja, acerola, kiwi e limão. Já a vitamina E pode ser encontrada em óleos vegetais, gérmen de trigo e oleaginosas.

Músculos Definidos

Para ter músculos fortes, é necessário praticar uma atividade física, principalmente musculação. No entanto, a alimentação adequada faz os resultados aparecerem mais rapidamente na academia. A nutricionista especializada em Nutrição Esportiva Maria Luiza Bellotto, de Campinas, conta que se você quer turbinar o treino, deve investir em alimentos como ovos, abacaxi e soja. A especialista explica que os ovos possuem aminoácidos essenciais para formar o tecido muscular e também para mantê-lo funcionando bem, e o abacaxi é fonte de minerais envolvidos na contração muscular (potássio, magnésio e cálcio) e vitaminas que impedem a oxidação dos músculos (vitaminas A, B1 e C). “Já a soja atua na síntese e na reposição de proteínas perdidas durante a atividade física“, afirma.

Cintura sem gordura

(…) O nutrólogo Roberto explica que a ingestão diária de duas colheres de sopa de azeite pode ajudar a diminuir o acúmulo de gordura abdominal. “As gorduras monoinsaturadas presentes do azeite evitam o acúmulo de gordura abdominal”, diz. Além disso, o chá de hortelã, o chá verde e o chá mate também são ótimas pedidas quando o assunto é afinar a cintura. “Eles ajudam o organismo a digerir gorduras e têm efeito termogênico, contribuindo para o emagrecimento”, afirma o especialista.

Elimine a gordura localizada

(…) “Na maioria das vezes, este acúmulo de gordura vem da ingestão de carboidratos simples, presentes em pães, massas, doces, refrigerantes, e bebidas alcoólicas”, afirma a nutróloga Tamara Mazaracki, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Se você quer se livrar da gordura localizada, alimentos como peixes, frutas vermelhas e abacate podem ajudar. “Eles possuem substâncias que dissolvem a gordura localizada e aceleram a perda de medidas“, afirma.

(…) celulite

(…) De acordo com a nutricionista Alice Carvalhais, do Instituto Mineiro de Endocrinologia, as inflamações causadoras da celulite normalmente são resultado da ingestão de gordura trans, gordura saturada, sal, alimentos industrializados, carboidratos refinados e açúcar. “Por outro lado, alguns nutrientes podem ajudar o organismo a combater essas inflamações e estimular a produção de substâncias capazes de eliminar as marcas”, diz a especialista. Aveia, lima da pérsia e maçã são alguns dos alimentos que, segundo a especialista, estimulam o sistema linfático e ajudam na reorganização das fibras de sustentação da pele, desintoxicando o organismo das inflamações e renovando a pele.

Sem estrias

As estrias são difíceis de tratar, porque são cicatrizes que se formam quando há um estiramento muito intenso das fibras da pele, que se rompe. “Existem tratamentos capazes de melhorar o aspecto das lesões, mas não as estrias em si”, afirma o dermatologista Mario. “O ideal é investir em hábitos saudáveis, fortalecendo a pele e prevenindo o surgimento de novas cicatrizes”. O efeito sanfona e o crescimento repentino são as principais causas das estrias, mas algumas pessoas têm a pele mais sensível ao problema e apresentam marcas mesmo sem ter passado por nenhuma das duas situações. Para aproveitar esse benefício, mantenha seu corpo sempre hidratado e consuma alimentos ricos em vitamina D e zinco. “A vitamina estimula a produção de colágeno, renovando a pele, e o zinco tem ação cicatrizante”, afirma o especialista.

Fonte: Informação retirada do Portal MSN no dia 1 de setembro de 2016:

http://www.msn.com/pt-br/saude/nutricao/conhe%c3%a7a-os-alimentos-certos-para-reduzir-celulite-estrias-e-gordura-localizada/ss-BBuQbQI?li=AAggXC1&ocid=mailsignoutmd#image=1

4 Benefícios de comer nozes diariamente

” (…) As nozes são ricas na vitamina E (um grande antioxidante), vitaminas no complexo B, fibras, proteínas, cálcio, magnésio, cobre e L- arginina. As nozes ainda contém omega 3.

4 Benefícios de comer nozes diariamente:

Combate o Alzheimer:

Segundo estudos conclui-se que o extrato de nozes tem efeitos protetores contra o estresse oxidativo e a morte das células que se produzem no cérebro das pessoas que sofrem de Alzheimer. Isso acontece devido à quantidade de ácido alfa-linolênico (ALA), um ácido graxo ômega-3 de origem vegetal.

Antioxidante:

A noz é o fruto seco com mais antioxidantes. Segundo o autor do estudos, 7 nozes ao dia é suficiente para reduzir o risco de sofrer de diabetes, problemas cardiovasculares e até cancro.

Coração saudável:

Ao comer nozes diariamente cerca de 7 nozes ao dia, estamos a contribuir para a prevenção de doenças do coração, reduz 30% das probabilidades de sofrer doenças cardiovasculares e reduz 40% das probabilidades de sofrer um AVC (acidente vascular cerebral).

Reduz a gordura:

As nozes também podem diminuir o peso, uma vez que a serotonina também é responsável pela melhora na transmissão de sinais nervosos, reduzindo a sensação de fome e a concentração de substâncias relacionadas com a inflamação. A substância também combate a obesidade abdominal, a hipertensão e melhora a saúde cardíaca.

Fonte: Informação retirada do Portal 1001 Receitas Fáceis no dia 26 de agosto de 2016:

4 Benefícios de comer nozes diariamente

Vinagre de maçã ajuda a emagrecer - Foto: Getty Images

O vinagre de maçã possui uma série de benefícios para a saúde. Ele contribui para o emagrecimento, conta com ação antioxidante, protege o fígado, previne o diabetes, câimbras, tem ação diurética e melhora as articulações e a digestão. 

O alimento pode ser feito a partir de qualquer alimento que contenha açúcar, como a maçã, uva, framboesa, maracujá, cana de açúcar, kiwi, laranja, tangerina, manga, mel, melado, arroz, malte, milho, vinho, álcool, entre outros.

No caso da versão com a maçã, a fruta sofre um processo de fermentação por leveduras benéficas e por bactérias chamadas acetobacter. Os açúcares naturais são transformados em álcool e depois ele é convertido em ácido acético. A concentração usual no vinagre de maçã é de 5% de ácido acético e 95 % de água, além de alguns minerais, vitaminas e fitoquímicos, como os polifenóis, que ajudam a proporcionar um sabor diferenciado e inúmeros benefícios.

O vinagre de maçã possui mais substâncias benéficas do que os demais vinagres. O alimento conta com ácido acético, enzimas, catequinas e quercetinas, que são antioxidantes, traços de fibra solúvel, betacaroteno e minerais, especialmente o potássio.

Principais nutrientes do vinagre de maçã

O vinagre de maçã possui boas quantidades de ácido acético. Este ácido inibe a ação de várias enzimas que digerem os carboidratos, entre elas amilase, sacarase, maltase e lactase. Assim, este ácido é um bloqueador natural da absorção de amidos e açúcar. Quando estas enzimas são bloqueadas, os carboidratos passam direto através do trato digestivo. Desta maneira, são eliminadas calorias que se tivessem sido absorvidas contribuiriam para o aumento de peso.

O ácido acético ainda irá melhorar a eficiência dos músculos e a recuperação após os treinos. Além disso, a substância faz com que a glicose seja liberada lentamente no sangue, o que é benéfico para prevenir o diabetes.

O alimento também possui boas quantidades de quercetina. Ela é importante porque possui ação antioxidante, melhora a imunidade e ajuda a reduzir os efeitos da histamina, uma substância que causa os sintomas de inflamação e alergia. Outras substâncias com ação antioxidante presentes no vinagre são as catequinas.

O vinagre de maçã conta com traços de fibras pectina que proporciona saciedade, absorção de gorduras e melhora o trânsito intestinal. O alimento ainda possui betacaroteno, que evita problemas de visão e protege a pele, e potássio, que é essencial para o funcionamento celular.

Nutrientes Vinagre de maçã – 30 ml
Calorias 6 kcal
Carboidratos 0.28 g
Açúcar 0.12 g
Cálcio 2 mg
Ferro 0.06 mg
Magnésio 1 mg
Fósforo 2 mg
Potássio 22 mg
Sódio 1 mg
Zinco 0.01 mg

Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Benefícios comprovados do vinagre de maçã

Ajuda a emagrecer: Um estudo da Universidade do Arizona e publicado na revista Diabetes Care observou que após ingerirem duas colheres de sopa de vinagre de maçã diluídos em água antes do almoço e do jantar, os participantes perderam em média dois quilos em um mês.

Isto ocorre porque o alimento ajuda a reduzir picos de insulina e o nível de glicose após refeições ricas em carboidratos. Os picos de insulina são inimigos do emagrecimento porque quando o carboidrato é absorvido rapidamente pelo sistema digestivo, o nível no sangue sobe subitamente. Assim o pâncreas libera muita insulina que, por sua vez, irá baixar drasticamente os níveis de glicose no sangue, levando a uma hipoglicemia reativa e consequente sensação de fome.

Além disso, o ácido acético presente no tempero é um bloqueador natural da absorção de amidos e açúcar. Quando estas enzimas são bloqueadas, os carboidratos passam direto através do trato digestivo, comportando-se como fibras insolúveis, que não podem ser digeridas. Assim são eliminadas muitas calorias, que se fossem absorvidas, certamente iriam dificultar a perda de peso. 

Previne o diabetes: O vinagre de maçã ajuda a prevenir a doença porque reduz os níveis de glicose e consequentemente os picos de insulina após refeições ricas em carboidratos. Quando a insulina é produzida e liberada no corpo em grandes quantidades levando aos picos, alguns tecidos e órgãos começam a reduzir sua resposta a ele, sendo preciso mais insulina para armazenar a mesma quantia de glicose. Esse processo é um quadro chamado de resistência à insulina, que se não for revertido pode evoluir para diabetes do tipo 2.

Diminui a rigidez articular: O vinagre de maçã melhora a rigidez articular porque o ácido acético tem uma ação quelante, de eliminação, de cristais de minerais que se depositam nas articulações.

Melhora a digestão: Este benefício ocorre porque o vinagre de maçã é fermentado e rico em enzimas, assim o alimento fica menos tempo retido no estômago e também pode haver melhora na azia e no refluxo.

Protege o fígado: O vinagre de maçã possui os ácidos málicos, lático e cítrico que ajudam na saúde do fígado e também o tornam mais eficaz no processamento das toxinas, auxiliando o corpo a eliminá-las de forma mais rápida.

Bom para a pele: Uma colher de sopa de vinagre de maçã diluída em um copo de 300 ml de água pode ser utilizado como um tônico para a pele. Esta combinação ajuda a reduzir o excesso de oleosidade cutânea e também a acne.

Aliado dos músculos: O ácido acético presente no vinagre contribui para converter a glicose em glicogênio, que é armazenado pelos músculos e fígado como fonte de energia para as atividades do dia a dia. O glicogênio é usado de forma rápida pelo corpo e não se transforma em gordura. Quanto mais glicogênio, mais energia, e assim os músculos se tornam mais eficientes, o que facilita a malhação e a recuperação após a atividade física.

Benefício em estudo do vinagre de maçã

Previne o câncer: Estudos preliminares realizados com cobaias descobriram que o vinagre de maçã pode ser capaz de matar células cancerosas ou retardar o seu crescimento. Contudo pesquisas realizadas com seres humanos não obtiveram o mesmo resultado, inclusive um estudo relacionou o vinagre de maçã ao risco aumentado de câncer de bexiga.

Quantidade recomendada de vinagre de maçã

Os estudos com o vinagre de maçã foram feitos com o consumo que varia de duas a quatro colheres de sopa por dia, diluídas em água. Por isso, o indicado é ingerir até duas colheres de sopa de vinagre de maçã, cerca de 30 ml, diariamente.

Como consumir o vinagre de maçã

O vinagre de maçã pode ser consumido na salada. O alimento também pode ser adicionado na água ou suco. Para ter a quantidade recomendada, uma alternativa é colocar uma colher de chá de vinagre na salada do almoço e outra na do jantar e acrescentar o restante em um copo de água ou suco. O alimento pode ser aquecido durante a elaboração de uma receita, mas evite consumi-lo puro. 

É importante comprar um vinagre de maçã orgânico, não pasteurizado e não filtrado. O vinagre ideal é o que apresenta uma fina teia boiando no conteúdo que são as enzimas e cultura bacteriana benéfica do processo de fermentação.

Compare o vinagre de maçã com outros alimentos

Nutrientes Vinagre de maçã – 30 ml Vinagre de vinho – 30 ml Vinagre balsâmico – 30 ml
Calorias 6 kcal 6 kcal 28 kcal
Carboidratos 0.28 g 0.08 g 5.45 g
Açúcar 0.12 g 0 g 4.78 g
Cálcio 2 mg 2 mg 9 mg
Ferro 0.06 mg 0.13 mg 0.23 mg
Magnésio 1 mg 1 mg 4 mg
Fósforo 2 mg 2 mg 6 mg
Potássio 22 mg 12 mg 36 mg
Sódio 1 mg 2 mg 7 mg
Zinco 0.01 mg 0.01 mg 0.03 mg

Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Na tabela nutricional não há diferenças relevantes entre o vinagre de maçã e os outros tipos. Porém, o primeiro possui vantagens quando comparado com os outros por ser elaborado com a maçã.

Este fruto possui fitoquímicos como as catequinas, que tem forte ação antioxidante, e a quercetina, que também age como antioxidante e ainda melhora a imunidade e ajuda a reduzir os efeitos da histamina, uma substância que causa os sintomas de inflamação e alergia. 

Além disso, a versão de maçã possui traços de pectina e o betacaroteno. Todos os vinagres contam com o ácido acético.

Contraindicações

Pessoas que sofrem com úlcera devem evitar o consumo do vinagre de maçã. Quem tem problemas gástricos precisa fazer uma série de restrições no dia a dia e não deve consumir muito vinagre. Também é recomendado que esses indivíduos evitem sucos ácidos, refrigerantes, condimentos, chás e café. Isto porque estes alimentos podem irritar o estômago.

Riscos do consumo em excesso de vinagre de maçã

Consumir o vinagre de maçã em excesso pode levar a uma série de problemas de saúde. Pesquisas com animais indicam que grandes quantidades do tempero causam danos no estômago, duodeno e fígado devido à sua acidez.

A acidez do tempero pode chegar ao ponto de mudar o pH do sangue e causar uma acidose metabólica, quadro de risco que pode ser fatal. Porém, o problema só ocorre quando o vinagre é consumido em quantidades imensas, como uma garrafa inteira em um dia.

Além disso, grandes quantidades de vinagre podem teoricamente interagir com diuréticos, laxantes e medicamentos para diabetes e doença cardíaca.

Fonte: Informação retirada do Portal Minha Vida no dia 24 de agosto de 2016:

http://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/17350-vinagre-de-maca-o-alimento-que-ajuda-a-emagrecer-e-previne-diabetes